segunda-feira, 3 de outubro de 2011

PACOTE: MUDE SEU CORPO EM CINCO SEMANAS (Parte 3)


Intradermoterapia. Que bicho é esse? Também me fiz exatamente essa mesma pergunta quando me falaram na clínica. Pois bem, vamos à explicação científica.


"A intradermoterapia consiste na aplicação de medicamentos na pele ou subcutâneo. Técnica de origem francesa, tem como intuito proporcionar uma alta concentração do fármaco (remédio) no local de ação, com poucos efeitos colaterais, visto que a absorção e concentração deste no sangue é muito menor do que se fosse dado por via oral.
Vários são os medicamentos disponíveis para o tratamento, ficando o médico responsável pela escolha da mescla (mistura dos fármacos), dependendo do objetivo do tratamento.
Indicação: gordura localizada, flacidez,celulite
Como funciona: A introdução dos produtos com princípios comprovados. Estes agem aumentando a permeabilidade celular e promovendo a vasodilatação que favorece a chegada do material.
Resultado: Varia de acordo com cada caso e objetivo, sendo um tratamento localizado. (Disponível em: http://www.esteticabrasil.com.br/intradermoterapia.htm)."

Como bem diz o texto acima, a aplicação é feita por um médico. É realizada uma consulta onde o profissional te examina, há outra conversa sobre sua rotina e você preenche parte de uma ficha de anamnese e o médico preenche o restante. Só depois ele vai decidir quais fármacos serão aplicados em cada caso. Para mim, o médico não falou que tipo de substancia exatamente estava aplicando, só disse que era a base de produtos naturais e sem contraindicações. Na primeira consulta também é dado os frasquinhos da aromaterapia, mas esse é assunto para outro post. Na época não me explicaram se esse tratamento serve para quem tem grande quantidade de gordura, mas voltando ao texto acima, a indicação é para gordura localizada.
A aplicação é feita com uma agulha para insulina, bem fina, mas não vou mentir não, em certas regiões chega a doer bastante, em outras há um certo desconforto. Ah, importante falar que você escolhe a região onde vai fazer a aplicação e é claro que escolhi abdômen.
Como o título dos posts sugerem, são feitas cinco aplicações, que não duram mais que cinco minutos para fazer em toda região. Algumas ficaram um pouquinho roxas, mas nada que não desse pra suportar. Não senti nenhum tipo de efeito colateral.
RESULTADO: Adianto aqui nessa fase, que durante essas cinco semanas eu tive um problema hormonal que me impediu de chegar ao resultado esperado, o que talvez justifique o que vou dizer sobre a técnica. Digo isso porque eu posso estar sendo injusta, já que tive problemas não esperados, vamos assim dizer. Pois bem, não senti resultados significativos com a intradermoterapia. Tanto que ao final do tratamento, como vocês poderão ver na evolução, não obtive redução de medidas, somente peso e porcentagem de gordura corporal. Mas pra não ser injusta, achei importante comentar o meu probleminha porque a técnica pode realmente ter funcionado bem com outras pessoas. Se alguém já fez e teve um bom resultado, peço pra deixar seu comentário e trocar experiências. Com essa parte, confesso que fiquei decepcionada pois esperava mais, já que por menor que seja, há um desconforto e é uma técnica (minimamente) invasiva, mas é.
Deixem seus comentários, abraços e até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...